Educação Formação

Associação de Paralisia Cerebral de Coimbra

APCC esteve na Futurália, a convite do Programa Operacional Capital Humano

A APCC esteve presente na Futurália – Feira de Educação, Formação e Orientação Educativa, no passado dia 1 de abril, para dar a conhecer o seu Centro Qualifica. O convite partiu do Programa Operacional Capital Humano e decorreu no Espaço Capital Humano, no âmbito das iniciativas dedicadas à aprendizagem ao longo da vida.

Aquele projeto da Associação, que se distingue por uma intervenção diferenciada junto das pessoas com deficiências e incapacidades ou outras com necessidades especiais, foi considerado um dos casos de sucesso entre aqueles financiados pelo Fundo Social Europeu, num grupo que incluiu ainda iniciativas em áreas como a tecnologia, a robótica, as tecnologias da informação, a cozinha ou o turismo, entre outras.

Desta forma, a APCC pôde dar a conhecer a milhares de visitantes daquele evento, o maior do país dedicado à educação e empregabilidade, a forma como atua na área do reconhecimento, validação e certificação de competências, tanto a nível escolar (com base na experiência pessoal, de emprego e social), como profissional (com base na experiência adquirida no desempenho das atividades profissionais).

A Futurália 2017 realizou-se entre os dias 29 de março e 1 de abril, no Parque das Nações, em Lisboa. Nos diversos pavilhões montados no espaço da FIL, esteve uma mostra abrangente de todas as áreas e níveis de qualificação de ensino superior e profissional, com a presenças de diversas instituições nacionais e estrangeiras.

A área de qualificação e ensino profissional, de que se encarrega o Centro Qualifica da APCC, faz parte de um leque mais alargado na área da educação e formação disponibilizado pela Associação. Trata-se de uma oferta com níveis de qualidade elevados e reconhecidos por diversas entidades nacionais e europeias.


Oferta formativa da APCC com certificação DGERT

Está concluído o processo de certificação pela Direção Geral do Emprego e das Relações do Trabalho (DGERT) da oferta formativa da APCC - Associação de Paralisia Cerebral de Coimbra, o que significa que são cada vez mais as vantagens para quem escolhe o nosso Centro de Formação para aumentar o seu grau de qualificação e formação.

Ao frequentar uma formação certificada da APCC, tem assim a certeza de estar a fazê-lo numa entidade com qualidade reconhecida pelo mercado, com procedimentos e práticas que estão de acordo com um referencial de qualidade específico e com reconhecimento através do Sistema Nacional de Qualificações. Entre outras vantagens, pode ainda deduzir no IRS as suas despesas com a formação profissional adquirida.

O processo de transição da APCC de entidade acreditada para entidade certificada foi promovido com sucesso pela equipa do Centro de Formação, tendo a aprovação sido realizada sem reparos pela DGERT.

Desta forma, são as seguintes as áreas de formação certificada apresentadas pela APCC (o código da formação surge entre parêntesis):

  • Desenvolvimento pessoal (090)
  • Psicologia (311)
  • Gestão e administração (345)
  • Secretariado e trabalho administrativo (346)
  • Ciências Informáticas (481)
  • Metalurgia e metalomecânica (521)
  • Construção e reparação de veículos a motor (525)
  • Materiais: indústria da madeira, cortiça, papel, plástico, vidro e outros (543)
  • Produção agrícola e animal (621)
  • Floricultura e jardinagem (622)
  • Terapia e reabilitação (726)
  • Saúde: programas não classificados noutra área de formação (729)
  • Trabalho social e orientação (762)
  • Hotelaria e restauração (811)

A APCC tem uma oferta alargada, tanto de formação especializada, como de formação para pessoas com deficiência e incapacidade, com níveis de qualidade elevados e reconhecidos por diversas entidades nacionais e europeias.


Aposta em novos projetos

A APCC esteve em reunião, na passada quarta-feira, com a Kerigma- Instituto de Inovação e Desenvolvimento Social, com o qual mantém uma forte e profícua parceria, na pessoa da Dra. Susana Oliveira. Serviu a reunião para se alinhavarem novos projetos de intervenção educativa e de desenvolvimento para pessoas com deficiência e incapacidade e públicos em situação de exclusão.

A APCC participou já em vários projetos com a Kerigma, como por exemplo o projeto AVA – Action for Validation que identificou o projeto REVADIS - Recognition and Validation of Acquired Skills for Disabled People como uma boa prática no âmbito da validação de competências.


Curso Mais Família Mais Jovem está a ser um sucesso

Decorreu na primeira semana de julho mais uma edição do curso de Educação Parental Mais Família Mais Jovem. O curso Mais Família Mais Jovem está a ser um sucesso tanto em termos de adesão como em termos de satisfação! Já fizeram o curso aproximadamente 60 formandos e estão já abertas as inscrições para a próxima edição.


APCC inicia teste de referenciais de reconhecimento de competências profissionais adaptados

O projeto REVADIS irá iniciar na semana de 20 de junho o teste dos referenciais adaptados para o reconhecimento de competências profissionais de pessoas com deficiência e incapacidade. Os referenciais em teste são cozinheiro, jardineiro, assistente administrativo e empregado doméstico e serão envolvidas no teste aproximadamente 10 pessoas com deficiência e incapacidade com experiência profissional nas áreas referidas.

Esta experiência decorrerá até ao fim de julho com a respetiva atribuição de certificado de participação no projeto e das competências demonstradas. Saber mais...


Conferência /Debate “Alunos com CEI: e depois da Escola?

Realizou-se no passado 25 de junho de 2016, na Escola Secundária de D. Duarte, entre as 9:30 e as 13:00 a Conferência/Debate “Alunos com CEI: e depois da escola?”. Foi mais uma iniciativa na sequência do trabalho que os Serviços Educativos da APCC têm vindo a realizar sobre esta temática, proporcionando-se para cerca de 60 interessados (docentes, técnicos e pais) mais um espaço de formação e debate sobre a transição para a vida pós escolar.